Vamos combinar que ter plantas em casa é tudo de bom, não é? Elas deixam o ambiente mais bonito, purificam o ar e tornam a casa mais aconchegante. Engana-se quem pensa que só é possível ter um jardim morando em uma casa com quintal – é cada vez mais comum encontrarmos jardim em apartamento. Se você sempre teve vontade de preencher o seu lar com plantas, mas não sabe bem como fazer isso no seu imóvel, este artigo é para você.

Confira as dicas que separamos para te ajudar na hora de montar um jardim em apartamento!

1. Escolha o local

O primeiro passo para começar a cultivar plantas dentro da sua casa é escolher o lugar mais adequado para isso. Essa decisão deve ser tomada antes de comprar as plantas e os recipientes nas quais elas serão plantadas. Afinal, o ambiente do jardim pode influenciar diretamente os tipos e tamanhos a serem escolhidos.

Alguns pontos devem ser levados em consideração no momento em que você está escolhendo o melhor canto da casa. É fundamental que o espaço receba ventilação e luz solar, pois as plantas necessitam de fluxo de ar e luz natural para crescer e produzir energia para sobreviver. Se seu apartamento não tem áreas que recebam luz solar diretamente, escolha o lugar no qual as plantas possam se beneficiar indiretamente dos raios solares.

Três boas opções de locais para jardim em apartamento são as varandas, peitoril e locais que fiquem próximos das janelas, para garantir luz e ventilação.

2. Planeje a estrutura

Depois de escolher o espaço mais adequado para as suas plantas crescerem com saúde e beleza, é necessário planejar a melhor estrutura para o seu jardim em apartamento. Esse suporte vai variar de acordo com o local escolhido e o tamanho dele. É a hora de pensar como as plantas serão organizadas no ambiente e em quais tipos de vasos você as colocará. Veja algumas opções:

Jardim em apartamento

Parede

Se você não tem muito espaço disponível para montar um jardim em apartamento, uma boa dica é usar as paredes para fazer um jardim vertical. Nesse caso, o primeiro passo é escolher uma parede que fique perto de uma janela. Esse tipo de estrutura costuma combinar melhor com plantas médias e pequenas, colocadas em vasos mais leves ou até mesmo em recipientes reciclados, como latas, cestos e garrafas PET.

A estrutura de suporte das plantas pode ser feita com painéis de madeira, pallets, treliças e grades de janelas já sem uso, por exemplo. Além disso, os vasinhos podem ser presos diretamente na parede, com pregos e ganchos.

 Jardim em apartamentoPeitoril

Essa é uma boa escolha para quem tem pouco espaço ou paredes com pouca iluminação. Nesses casos, você pode montar um belo jardim usando pequenas plantas e vasinhos no peitoril da janela da sala, por exemplo.

O tamanho das plantas nesse tipo de jardim é definido pela dimensão do peitoril da sua janela. Uma dica é não colocar plantas que sejam grandes demais, especialmente se a sua janela for pequena. Plantas grandes podem reduzir a visibilidade e acabam sendo mais fáceis de derrubar na hora de abrir ou fechar as janelas.

Jardim em apartamento

 

Jardim suspenso

 

Essa também é uma escolha interessante para montar um jardim em apartamento. Além de trazer um toque mais criativo para a sua decoração, não ocupa muito espaço, podendo ser usada tanto em varandas quanto dentro do apartamento.

As principais dicas são: evitar vasos pesados ou grandes demais, pensar em recipientes que não deixem água ou terra caírem no chão e posicionar os vasos em uma altura que seja confortável, tanto para os cuidados com as plantas quanto para a circulação de pessoas.

Os vasos podem ser presos no teto com cordas e correntes, por exemplo. Outra boa ideia é prender horizontalmente pallets ou escadas no teto e pendurar as plantas com ganchos.

Área privativa

Se o seu apartamento conta com uma área privativa é uma excelente opção de local para colocar um jardim, seja ele na horizontal ou na vertical.
 

3. Escolha as plantas certas para jardim em apartamento

Escolher plantas que vivam bem nos ambientes fechados dos apartamentos é fundamental para ter um belo jardim. Algumas opções interessantes para esse tipo de local são:

  • Suculentas: são plantas que retêm muito líquido, o que é ótimo para quem não tem muito tempo disponível para cuidar do jardim. Elas podem ficar bastante tempo expostas ao sol e, por serem pequenas, são uma excelente opção para locais com pouco espaço, como peitoril;
  • Pleomele: essa planta é uma boa alternativa, pois se adapta bem tanto a alta luminosidade quanto a luz baixa. Mas ela necessita de água com regularidade. Por ter um tamanho mediano, é uma aposta certeira para varandas;
  • Violeta: com diversas opções de cores, essa planta não cresce muito e não deve receber luz solar direta, combinando muito bem com jardins suspensos e nas paredes dos apartamentos. É delicada, não suporta muito calor e deve ser regada apenas para deixar o solo úmido;
  • Antúrio: podendo chegar a até 90 cm, essa planta não deve receber luz solar direta e precisa ser regada de 3 a 4 vezes na semana. São lindas escolhas para jardins na varanda, por ser um local com mais espaço.

4. Cuide bem do seu jardim

Cuidar bem do seu jardim é fundamental para que as plantas cresçam com beleza e força. Por isso, é importante organizar o seu tempo para dar atenção a elas. Saber os dias nos quais cada planta deve ser regada, controlar para que elas tomem sol na medida certa, verificar se a terra está boa e se existe algum tipo de fungo se instalando são alguns dos cuidados que você deve ter com o seu jardim.

Outro ponto importante são as ferramentas de jardinagem. Isso mesmo: não é porque o seu jardim não está em um quintal que você pode dispensar as ferramentas. Tenha em sua casa regadores, pás, alicates e outros materiais que ajudem no cultivo das plantas.

Agora que você já está pronto para ter um jardim em apartamento, que tal compartilhar as nossas dicas com seus amigos no Facebook? Você pode inspirá-los e até ganhar companhia para cuidar das suas plantas!