Viver em um apartamento pode ser extremamente vantajoso, principalmente por fatores como segurança, limpeza e lazer. Entretanto, essa não é uma escolha tão interessante para quem adora a companhia de bichinhos de estimação. Isso porque, dependendo das regras de convivência de cada condomínio, a presença de alguns deles expõe alguns problemas. Se essa é sua situação, não se preocupe: existem alguns animais para apartamento que se adaptam perfeitamente a esse ambiente.

Eles não causam nenhum impacto negativo na rotina dos moradores ou provocam incômodos aos vizinhos. Ficou curioso? Então, continue a leitura e descubra quais são as espécies que tendem a se sair melhor vivendo nesse tipo de moradia.

Cachorros de pequeno e médio porte

Os cachorros já fazem parte da maioria dos lares brasileiros. Companheiros fiéis, esses animais contribuem, inclusive, para uma vida mais saudável e feliz. No entanto, a maioria das raças precisa de espaço para se movimentar e também garantir sua qualidade de vida. 

Por isso, cães de menor porte como shih tzu, maltês e yorkshire são recomendados para viver nesse ambiente. Suas rotinas são mais tranquilas em relação às das demais raças, podendo viver tranquilamente em espaços reduzidos. Apesar disso, vale destacar a necessidade de brincar ao ar livre sempre que possível.

Gatos

Por se tratar de uma espécie ainda mais tranquila que o cachorro, o gato é o queridinho quando o assunto é a escolha de animais para apartamento. A maioria das raças se adapta tranquilamente a espaços menores, não apresenta necessidade de passear e geralmente faz suas necessidades em lugares específicos, como caixas de areia.

Mas é preciso escolher com cuidado, já que o porte, o tipo de pelagem e o temperamento desse animal pode influenciar sua rotina. Por isso, é essencial avaliar as características de cada um, levando em consideração as necessidades de cada uma para uma decisão acertada.

Chinchilas

Chinchilas são roedores bastante conhecidos por seu comportamento dócil e de fácil cuidado. Bastante sociável, a espécie é domesticada e pode ser facilmente encontrada como animal de estimação de muitas famílias. Seu estilo de vida também contribui para adaptação ao ambiente com pouca movimentação e barulho, contudo, são exploradores por natureza e adoram se exercitar.

Por conta de sua pelagem extremamente densa, dificilmente insetos como pulgas conseguem sobreviver como hospedeiros. Além disso, o seu pelo não pode ser molhado, assim, os banhos devem ser feitos por meio de areia. Por produzirem pouco barulho e odor, são excelentes alternativas para quem deseja criá-los em apartamentos.

Furões

Aos que desejam apostar em uma espécie maior de roedores, o furão, embora pouco comum, é uma excelente opção. Simpático, divertido e extremamente interativo, esse bichinho de estimação adora brincar com objetos e explorar o ambiente. Apesar de uma volta ao ar livre ser indicada, ele pode viver tranquilamente em gaiolas espaçosas.

Porquinhos da Índia ou hamsters

Assim como os outros roedores, porquinhos da Índia ou hamsters são extremamente dóceis e fáceis de cuidar. No geral, esses animais são as primeiras escolhas para acompanhar crianças de todas as idades, já que são pequenos e carinhosos.

Além disso, sua alimentação é simples, composta por algumas folhagens e ração. Ademais, os animais das duas espécies adoram passar o tempo se exercitando ou brincando com obstáculos e labirintos nas gaiolas.

Peixes

Os peixes são animais de características singulares e excelentes pets. Além de sua moradia poder ser um componente decorativo do apartamento, com um belo aquário, sua companhia pode ser útil na redução do estresse e da ansiedade.

Entretanto, alguns tipos exigem cuidados específicos. Apesar disso, não demandam tanto tempo, desde que seja oferecido um aquário espaçoso e confortável para o seu novo amigo.

Por fim, basta estar atento à higienização da água, uma vez que restos de comida ou sujeiras podem comprometer a saúde do animal.

Concluindo, ao escolher animais para apartamento, é fundamental levar em consideração suas características, correlacionando-as à rotina dos moradores. Vale destacar que o bichinho de estimação também precisa de cuidados para manter sua qualidade de vida e bem-estar.

O que achou das dicas que trouxemos neste post? Se pretende acolher um melhor amigo, não perca os nossos próximos capítulos da nova série sobre pets. Assine nossa newsletter e acompanhe de perto!