Comprar um imóvel é o sonho de grande parte dos brasileiros. Porém, esse momento não é só de alegrias. A escolha do imóvel é uma tarefa que demanda muito trabalho e envolve vários fatores. Um deles é escolher entre casa ou apartamento.

Mesmo quando a pessoa tem uma preferência clara, essa escolha pode ser bastante desafiadora. Por isso, neste texto vamos falar sobre as vantagens e as desvantagens de morar em casa e apartamento. Se você está procurando uma nova residência, não perca a oportunidade nossas dicas para decidir qual opção melhor adéqua ao seu padrão de vida. Vamos lá?

Casa ou apartamento: o que levar em consideração?

Para fazer a escolha certa e não se arrepender é preciso analisar as características de cada tipo de moradia e quais atendem ao seu estilo de vida e suas necessidades, assim como aos planos e anseios futuros.

Morar em casa

Esse é o sonho da maioria das pessoas. Mais espaço, maior liberdade para fazer modificações no layout e até mesmo para construir do jeito que sempre imaginou. As casas proporcionam inúmeras vantagens, porém também traz alguns aspectos desvantajosos que você precisa conhecer.

Vantagens

Espaço extra

Se você tem filhos, animais de estimação ou ama receber amigos, optar por uma casa vai permitir ter um quintal ou uma área externa. Dessa forma, será possível que as crianças brinquem, os animais tenham espaço e as visitas e reuniões familiares possam ser mais frequentes.

Você pode personalizar e realizar mudanças

Em prédios e imóveis situados em condomínios é comum não poder realizar alterações drásticas, como a troca de janelas, a instalação de ar condicionado, a cobertura da vaga de garagem, entre outras. Isso acontece porque os condomínios geralmente apresentam um padrão de organização, projetado estrategicamente desde a planta.

Portanto, muitas vezes o gosto pessoal dos moradores não é contemplado totalmente e algumas alterações precisam ser votadas e aprovadas nas convenções de condomínio. Por outro lado, quando o imóvel adquirido é uma casa, existe uma liberdade de modificá-la e personalizá-la da forma que mais agrade, sem a necessidade de aprovação dos vizinhos.

Sem taxa de condomínio

É importante destacar que essa vantagem é apenas para casas que não estão situadas em condomínios residenciais, uma vez que esses locais cobram uma taxa em consequência da estrutura e dos serviços oferecidos. Porém, as casas situadas em vias abertas não pagam condomínio e isso já é uma economia bem interessante.

Desvantagens

Custo elevado de manutenção e despesas

Conforme falamos, em uma casa que não esteja situada em um condomínio, não há pagamento de taxa condominial e nem a interdependência de moradores. Porém, isso também pode ser uma desvantagem, uma vez que as despesas e as manutenções serão de sua exclusiva responsabilidade.

Refazer a pintura, manutenções, reparos e manifestações patológicas que possam vir a acontecer: todas serão custeadas apenas por você e sua família. No caso de casas que estão situadas em condomínios, algumas despesas serão exclusivas dos moradores de cada casa, outras são rateadas por todos os proprietários.

Falta de segurança

Essa é uma desvantagem — geralmente maior — para casas que não estão situadas em condomínios, uma vez que não são equipadas com portaria e seguranças. Essas residências ficam mais vulneráveis e, muitas vezes, precisam contar com sistemas de segurança e monitoramento particular.

Morar em apartamento

Atualmente é muito comum encontrar pessoas que sempre moraram em apartamentos e se acostumaram, ou então que preferem este tipo de moradia pelas próprias características do imóvel. Assim como as casas, é possível citar vantagens e desvantagens para essa opção de moradia.

Vantagens

Maior segurança

Nem todos os prédios possuem porteiro, vigias e sistema de vigilância, mas, mesmo assim, contam com uma portaria que precisa ser aberta pelos moradores. Isso ajuda a inibir situações de perigo e desconforto como entrada de vendedores e desconhecidos.

No caso dos prédios que têm porteiro, a segurança e o conforto são ainda maiores, uma vez que é feito o controle de quem entra e sai do local. Isso é algo que deve ser considerado nos dias de hoje, não é mesmo?

Praticidade no dia a dia

Quem mora em um apartamento não precisa cuidar da limpeza das partes comuns, apenas do próprio apartamento. As áreas comuns são limpas pelos prestadores de serviço contratados pelo condomínio.

Isso torna o dia a dia mais prático quando comparado a quem mora em casa, já que, nessa modalidade, tanto a contratação quanto o pagamento dos profissionais de limpeza são de responsabilidade do proprietário.

Enquanto isso, no prédio, apenas o pagamento é responsabilidade do morador, sendo feito por meio da taxa de condomínio. Vale lembrar que quem contrata e se responsabiliza pelos terceirizados é o síndico do prédio ou a empresa administradora contratada.

Maior facilidade de acesso

Geralmente, condomínios e grandes empreendimentos imobiliários, por possuírem muitos moradores, acabam atraindo comerciantes e prestadores de serviços para o entorno. Além disso, esses empreendimentos são construídos em regiões bem localizadas, em centros urbanos, sendo bem atendidos por linhas de transporte público.

Esses benefícios proporcionam, aos moradores de apartamentos, facilidade para que encontrem suas necessidades em estabelecimentos e regiões próximas, evitando despesas com deslocamento.

Melhor qualidade de vida

Esse é um benefício que não é comum a todos os apartamentos, mas apenas aos que são localizados em condomínios que oferecem uma infraestrutura completa com áreas de lazer: natureza, churrasqueira, quadra, parquinho, piscina, entre outras opções.

Esses benefícios proporcionam maior tranquilidade aos moradores, que passam a ter bons espaços disponíveis sem necessidade de sair de casa, seja para o lazer, para malhar e até mesmo para fazer festas ou reuniões familiares.

Desvantagens

Menor poder de escolha

A maioria dos apartamentos apresenta um layout padrão e, muitas vezes, não apresenta oportunidade de grandes alterações estruturais. Enquanto em uma casa é mais fácil quebrar uma parede ou até mesmo construir do jeito que você planejou.

Outra desvantagem é que a maioria dos prédios não permite alterações sem a aprovação de maioria nas convenções de condomínio. Então, se você desejar mudar a janela ou cobrir sua vaga de garagem, em muitos prédios, só será possível se a maioria apoiar e resolver fazer a alteração também.

Proximidade com os vizinhos

Em apartamentos, é bem comum problemas com vizinhos barulhentos e isso pode atrapalhar em momentos de descanso ou concentração. Por isso, verificar se o apartamento possui um bom isolamento acústico é essencial.

Compromisso constante

Mesmo com muitos benefícios oferecidos em um condomínio, a taxa condominial é cobrada mensalmente e, por isso, trata-se de uma despesa constante e que deve ser levada em consideração.

Realmente, decidir entre casa ou apartamento não é algo fácil, mas agora você já sabe quais as vantagens e desvantagens de cada opção e poderá fazer essa escolha de forma mais consciente e acertada.

Aproveite a visita ao blog e assine nossa newsletter, assim, você não perderá nenhum de nossos posts e ficará por dentro de todas as novidades!