Você sabe como incentivar o bom comportamento e bem-estar de animais domésticos? Muitas pessoas sonham em ter bichinhos de estimação — principalmente quando se mudam para o primeiro imóvel —, mas não atentam ao fato de que é preciso cuidar — e muito bem — desses pets e proporcionar a eles um ambiente seguro e com boas condições.

Mais do que prover água e comida, para que o bem-estar desses companheiros seja garantido, é preciso tomar alguns cuidados e oferecer mais do que boas doses de carinho e atenção. Neste post, listamos algumas dicas do que fazer. Confira!

Faça passeios

Passear com o animal serve como estímulo à atividade física, o que é muito importante, pois assim como os humanos, ele também precisa se exercitar. Além das vantagens para o bem-estar físico, os passeios melhoram seu estado de humor e reduzem os níveis de estresse.

A quantidade de passeios e a intensidade das atividades ao ar livre dependerão do tipo de animal, pois uns precisam gastar mais energia que outros, como é o caso dos cães. O importante é que as atividades físicas sejam incorporadas à rotina dos pets para que possam se manter ativos.

Brinque com o animal e dê carinho

Brincar com seu animal de estimação é uma forma de se aproximar dele e estreitar o vínculo entre vocês, o que é muito importante. Em muitos casos, as brincadeiras — também utilizadas para estimular a inteligência e o condicionamento físico do pet — aliadas a uma boa dose de carinho e um ambiente propício fazem com que os animais se sintam queridos, o que contribui para o seu bem-estar.

Boas ideias para brincadeiras são jogar bolinhas ou outros objetos para o pet pegar, esconde-esconde com brinquedos ou com a própria pessoa, e cabo de guerra — desde que seja feito com respeito à força e resistência do animal. Independentemente do que for escolhido, tenha a certeza de que vocês passarão bons momentos juntos.

Ofereça brinquedos

Ainda sobre estimular os animais de estimação, uma boa solução para isso é utilizar brinquedos apropriados para cada espécie. A preferência é para objetos que sejam atóxicos e que estimulem a inteligência dos bichinhos. Para cachorros, por exemplo, boas opções são mordedores — para evitar que saiam roendo móveis e outros cantos da casa — e comedouros inteligentes ou no formato de bola para que a alimentação não seja feita de forma apressada e afobada.

Já para os gatos, boas opções são arranhadores, ratinhos de borracha ou bolas coloridas. Há ainda a opção de confeccionar os brinquedos com materiais recicláveis que você já tenha em casa, como garrafas pets e caixas de papelão. Com certeza seu pet vai amar!

Mantenha a higiene em dia

Os cuidados com os animais de estimação vão muito além de oferecer água e comida. Sendo assim, é extremamente importante adotar cuidados de higiene desde cedo. Os primeiros banhos, por exemplo, podem ser dados a partir de um mês de vida com produtos específicos.

Durante o inverno — ou dependendo da espécie e raça do animal — a frequência dos banhos pode ser mais espaçada. Nesse período, porém, a higienização precisa ser feita com sprays específicos para patas, região dos olhos e partes íntimas. Uma toalha úmida também pode ser utilizada.

Como você pôde perceber, é extremamente importante incentivar o bom comportamento e bem-estar de animais domésticos. Para os donos que moram em apartamentos, alguns condomínios estipularam algumas normas e já oferecem um espaço pet nas áreas comuns, o que é um benefício a mais. A ViaSul, por exemplo, tem vários empreendimentos com essa área exclusiva. Vale a pena conferir!

Gostou do assunto do post? Então nos siga nas redes sociais para receber mais conteúdos relevantes como este! Estamos no Instagram, no Facebook e YouTube.