Carina é uma mulher de 30 anos, casada e que mora muito feliz em seu apartamento. Mas nem sempre foi assim. Durante os preparativos para o casamento, ela e seu noivo (agora marido) estavam muito em dúvida se melhor opção era comprar ou alugar um imóvel.

Ela resolveu fazer uma profunda pesquisa para descobrir qual seria a decisão mais acertada para sua nova família, já que ter filhos ainda está nos planos de Carina, e ela também precisará dar o melhor para sua futura criança.

A seguir, você entenderá alguns dos fatores que fizeram a protagonista dessa história escolher uma das opções para ter seu apartamento, além de conhecer outro personagem muito importante e que foi de grande ajuda para a realização desse sonho.

Tendo um cantinho só seu

Carina pensava em ter liberdade para criar um lugar com a sua cara: móveis e decoração combinando, fazer modificações na estrutura caso fosse necessário, e claro, construir o quarto do bebê para quando ele chegar.

Em um imóvel alugado, Carina precisaria pedir permissão ao dono do apartamento para fazer as modificações necessárias, algo que poderia ser bem chato, principalmente pela questão de sentir “regrada dentro do seu próprio espaço”.

Já em um imóvel próprio, ela poderia fazer o que quisesse, sem precisar de autorização alguma (mas claro, respeitando as normas do condomínio ou prédio em que vive).

Ela poderia fazer modificações na estrutura para ampliar a cozinha, além de realizar outras mudanças no imóvel para que ele ficasse do seu jeito. Um dos motivos para que Carina quisesse morar sozinha com seu noivo era a falta de liberdade e espaço que tinha; e agora, ela tem de sobra.

Isso a incentiva a sempre procurar novas maneiras de modificar o ambiente, já que ela gosta de ver vídeos e fotos de decorações na internet, que serviram de inspiração para criar os cômodos da sua casa.

Quer um exemplo de como ela fez isso na prática? A jovem criou uma sala muito bonita, cheia de plantas e itens decorativos das viagens que faz ocasionalmente com seu marido. As cores do ambiente são vívidas, já que o casal sempre recebe amigos nos finais de semana e quer que as conversas sejam das mais animadas e felizes.

Ganhando estabilidade financeira

Outra questão que pesava muito para Carina na decisão de alugar ou comprar um imóvel era com relação ao seu modelo de pagamento. Em uma casa alugada, ela e seu marido precisariam lidar com o aluguel todos os meses, até decidirem sair do apartamento e procurar outro local para viverem.

Entretanto, a moça tinha receios quanto à estabilidade financeira da família, já que existia um risco, mesmo que pequeno, de ambos ficarem desempregados e suas reservas de emergência não serem suficientes para sustentá-los até encontrar um novo emprego.

Carina e seu marido teriam que começar a se endividar para quitar as contas, já que eles não poderiam ficar sem pagar o aluguel. Caso isso acontecesse, eles poderiam até ser obrigados a sair do imóvel, o que seria algo realmente trágico.

Em um local financiado, o casal precisou desembolsar um valor mensal por um tempo determinado. Após isso, o imóvel passou a ser propriedade deles, sem a necessidade de pagamentos mensais para os antigos donos ou outra pessoa.

Assim, os custos mensais foram consideravelmente reduzidos, e eles conseguem poupar uma boa quantidade de dinheiro para sua reserva, além de terem a garantia de que sempre terão um cantinho para morar.

“Mas e se Carina juntasse para comprar o imóvel à vista?” Apesar de essa atividade ser um gasto mensal a menos, demoraria bastante até que eles conseguissem o valor necessário para adquirir uma boa casa, em uma localização segura.

Ao financiar um apê, o casal já pode morar no imóvel mesmo sem ter terminado de pagar todas as parcelas, e os dois podem fazer as mudanças que quiserem. Isso auxiliou para que eles pudessem começar a se estabelecer.

Encontrando a empresa ideal para ajudar a comprar ou alugar um apartamento

Mas para conseguir realizar o sonho de ter seu apartamento, não foi necessário apenas decidir entre alugar ou comprar um imóvel. Assim, Carina percebeu que a ideia de financiar um apê faria mais sentido, diante de seus desejos e planos.

Assim, ela partiu em busca dos documentos e trâmites necessários para dar esse passo gigante, mas não apenas isso: ela também precisou encontrar uma empresa de confiança que a auxiliasse nessa missão.

E foi no meio desse processo que Carina e a ViaSul se conheceram. A jovem percebeu que a empresa oferecia boas opções de financiamento, além de recomendar imóveis com uma ótima localização e com alta valorização no mercado.

Assim, caso ela queira se mudar para outro local com seu marido e futuros filhos, ela poderá alugar ou vender o imóvel comprado por um bom valor. Durante o processo, ela foi muito bem atendida, além de ter recebido suporte dos consultores durante todo o período de negociação, o que a deixou mais tranquila e confiante em ter seu apartamento próprio.

Uma das dúvidas de Carina com relação ao processo de financiamento feito pela ViaSul era se existia algum tipo de parceria entre a empresa e o projeto Minha Casa Minha Vida, já que ela gostaria de utilizar o programa do governo para desembolsar um valor menor. E sim: é possível utilizar esse recurso na compra de um apê ou casa!

A ViaSul tem mais de 13 anos no mercado, além de estar presente em mais de 9 estados brasileiros, o que só mostra sua estabilidade e excelência, permitindo oferecer aos seus clientes os melhores imóveis para que eles tenham qualidade financeira e de vida.

Assim, Carina e seu marido vivem felizes em um dos imóveis financiados pela ViaSul após se decidirem entre comprar ou alugar um apê, já que ela teve a liberdade de decorar a casa como sempre quis (e teve espaço até para adotar um cachorrinho, viu?), além da segurança de que aquele imóvel é totalmente deles, local onde criarão memórias inesquecíveis.

E então, quer fazer como a Carina e começar a tirar do papel o sonho de ter seu apartamento ou casa própria? Entre em contato conosco e saiba como podemos ajudar a você a alcançar esse objetivo!

Powered by Rock Convert