Deixar o lar mais aconchegante e bonito pode ser uma tarefa um pouco complicada para quem não entende muito de decoração. No entanto, existem alternativas simples e bastante acessíveis para quem quer renovar as energias da casa e deixar o ambiente mais agradável.

Sendo assim, você já pensou em usar as plantas como item de decoração?

Se você gosta de plantas, mas não tem ideia de como fazer isso, descubra formas criativas para tornar esse desafio possível! Saiba tudo o que você precisa para dar mais vida à sua casa criando uma decoração com plantas lendo o post. Confira!

1. Escolha dos ambientes

Verde é uma cor que cai bem em quase todos os ambientes e ainda traz uma boa energia para a casa. Por isso, é preciso ter criatividade e decidir quais são os melhores espaços para decorar a sua casa com plantas.

Você pode optar por um ou vários cômodos para distribuí-las, como:

  • sala de estar: deixa o ambiente mais harmonioso e aconchegante, além de contribuir com um tom mais vívido e colorir o espaço;

  • biblioteca/escritório: provocam a sensação de leveza e deixam o local mais arejado;

  • área externa: contribuem com tons mais escuros de verde e podem ser usadas em maior abundância;

  • banheiro: tornam o ambiente mais agradável, principalmente se estiverem distribuídas em pequenos potes com suculentas, por exemplo;

  • cozinha: possuem vasta utilidade, variando da coloração do ambiente até os temperos que podem ser adicionados às refeições;

  • hall de entrada: para esse ambiente é interessante apostar em vasos grandes, com plantas robustas e próximas a porta de entrada da casa para receber bem as visitas.

Além disso, é preciso escolher o local ou recipiente em que as plantas serão cultivadas de acordo com o ambiente escolhido para ela.

2. Decidindo onde plantar

Existem muitas opções para quem gosta de variar na escolha de decoração com plantas. Conheça algumas:

 

Potes

Acomodar as plantas em um canto do cômodo ou mesmo ao lado de móveis, como o sofá da sala de estar, pode ser uma alternativa bem simples para quem quer decorar.

Os potes podem variar de tamanho de acordo com a necessidade existente e, além disso, são facilmente adaptáveis a qualquer lugar, seja:

  • no chão;

  • em estantes;

  • em suportes ou pendentes;

  • em escadas;

  • em mesinhas;

  • em bancadas.

Cestos

Os cestos podem compor uma combinação agradável com o mobiliário ou simplesmente dar às plantas um lugar só delas.

Cestos feitos de corda acabam sendo ótimas opções para quem gosta de objetos artesanais. Afinal, além da planta ser um objeto decorativo, o próprio cesto também é um. Além disso, se você possui habilidades ou simplesmente é adepto ao “faça você mesmo”, pode tentar fazer o seu próprio cesto.

Jardins verticais

Os jardins verticais também são ótimas opções para decoração.

Além de aproveitar paredes vazias, ainda podem ser compostos de materiais que tragam um pouco mais de requinte ao ambiente, como um painel de madeira ou paletes.

Quadros

A decoração com plantas pode tomar um pouco de tempo e demandar certo empenho. Por isso, se você quer uma opção menos trabalhosa ou apostar em um objeto de decoração diferenciado, pode escolher quadros com desenhos de plantas.

Outra opção é deixar uma das paredes do cômodo em tom de verde ou utilizar algum papel de parede com a temática.

Arranjos

Um arranjo floral bem feito, colocado em um vaso bonito, pode levar leveza à sua casa e servir de centro de mesa, por exemplo.

Seja para decorar a mesa de jantar ou qualquer outro móvel, as flores sempre trazem um ar de delicadeza e alegria para os cômodos.

3. Diferenciando plantas externas e internas

Na hora de escolher, é muito importante saber diferenciar as plantas de ambientes externos dos internos. Além disso, também é essencial entender qual o papel de cada uma delas na decoração.

Conheça as plantas:

  • internas: geralmente ficam menos expostas à luz solar e, a menos que você disponha de tempo para levá-las até a varanda, o ideal é escolher aquelas que necessitam de menos sol;

  • externas: do mesmo modo, é importante avaliar se essas plantas receberão luz solar suficiente para o seu desenvolvimento, caso elas sejam resistentes à luz solar, mudança de tempo e ventos fortes, podem ficar em ambiente externo.

4. Elegendo as plantas

Agora que você já sabe algumas informações sobre a decoração com plantas, vamos conhecer algumas espécies que se adaptam bem em ambientes internos?

Confira!

Cactos

Além de serem alguns dos queridinhos dos decoradores, os cactos geralmente ocupam pouco espaço e possuem muita resistência.

Bem versáteis, ficam ótimos nos lavabos e até compondo uma decoração mais elaborada com plantas diferentes!

Jiboia

A Jiboia é uma das poucas trepadeiras que se adaptam bem a ambientes internos. Com as folhas coloridas que variam de verde a amarelo, ela pode restringir sua tonalidade apenas ao verde caso não pegue luz solar.

Ela cresce em substratos, apoiada em outras plantas. Assim, é importante manter o substrato úmido.

​Antúrio

Outro queridinho dos decoradores, o Antúrio possui uma bela combinação das cores verde e vermelho.

Delicado, ele necessita ficar à sombra de outras plantas, porém, nunca em um lugar muito escuro.

​Pleomele

A Pleomele é uma opção para quem gosta de plantas robustas e vistosas. Sua cor varia de verde a branco.

É preciso manter-se atento com a Pleomele para se certificar de que ela está se adaptando à luminosidade do ambiente.​O ideal é que ela não receba luz solar direta, mas fique em um ambiente bem iluminado.

Orquídea

As orquídeas são referência em bom gosto e sofisticação, visto que deixam qualquer ambiente mais harmônico e agradável.

Apesar de ser uma planta delicada, que depende de um escoro para se desenvolver, a orquídea demanda poucos cuidados. Sua iluminação também deve ser indireta.

Árvore da felicidade

Discreta, a árvore da felicidade pode se tornar uma ótima opção na decoração com plantas. Envolvendo várias crenças a respeito da espécie, acredita-se que ela traz sorte e harmonia para o lar.

Suas folhas são de cor verde-escura e de tamanho pequeno. Quanto mais iluminado o ambiente, melhor ela se desenvolverá.

Porém, o vento excessivo, ar condicionado ou a fumaça de cigarro podem prejudicá-la.

5. Cuidando das plantas

À medida que você se acostuma com cada planta, passa a ser mais fácil identificar quando ela está com algum problema. A decoração com plantas exige que você se dedique ao cuidado das espécies para que elas estejam radiantes e encham a sua casa de vida.

Por isso, existem alguns cuidados específicos que algumas plantas demandam. Assim, é importante pesquisar sobre a espécie escolhida antes mesmo de plantá-la.

Além disso, todas as plantas precisam de esforços básicos, como:

  • água;

  • luz solar;

  • atenção.

Pronto para dar mais vida à sua casa por meio da decoração com plantas? Compartilhe esse conteúdo com os seus amigos e divida seu novo conhecimento!