Psicologia das cores: entenda o que é e como aplicá-la

4 minutos para ler

As cores influenciam a vida das pessoas de várias formas, razão pela qual são usadas em diversas áreas como uma tática para aumentar as vendas. Na área de arquitetura e design é possível gerar sensações distintas conforme os tons utilizados na parede, piso, teto e decoração. Cada cor promove um tipo de sensação ao ativar uma região do cérebro.

A psicologia das cores avalia as reações das pessoas de acordo com as tonalidades visualizadas e estuda métodos para provocar determinada sensação no público. A sua aplicação ajuda as marcas a obter reconhecimento no mercado e a concretizar novas vendas. Neste post, vamos explicar como essa área do conhecimento interfere nos ambientes e em suas decorações.

Deseja compreender os benefícios de aplicar a psicologia das cores na decoração? Continue a leitura!

Saiba o que é a psicologia das cores

Psicologia das cores se refere aos estudos que visam a compreensão do comportamento humano diante de diferentes tons. Essa área específica avalia e registra os efeitos gerados pelas tonalidades nas pessoas, por exemplo, sentimentos, emoções, desejos etc. Consequentemente, é possível fazer uso do significado dos elementos para transmitir informações e conquistar objetivos.

Confira como as cores influenciam em um ambiente

As cores têm a capacidade de gerar reações diversas, como paixão, raiva, desejo, força, velocidade, energia, excitação, violência, amor, charme, romantismo, satisfação, felicidade, inocência, feminilidade, delicadeza, leveza e muito mais. Observe a seguir alguns aspectos de determinados tons utilizados na arquitetura e design:

  • marrom: conforto, confiabilidade, resistência, simplicidade e estabilidade;
  • preto: poder, sofisticação, elegância, riqueza e mistério;
  • branco: proteção, respeito, pureza, limpeza, paz e humildade;
  • prata: glamour, fascínio, suavidade e tecnologia;
  • ouro: riqueza, preciosidade, extravagância, prosperidade e grandeza;
  • roxo/violeta: realeza, espiritualidade, transformação, sabedoria e iluminação;
  • azul: fé, contentamento, lealdade, tranquilidade, harmonia e confiança.

Entenda como aplicar a psicologia das cores na decoração

A tonalidade amarela representa o conhecimento, traz sensações de alegria, relaxamento, otimismo, esperança e incentiva a imaginação. O verde, por sua vez, promove cura, perseverança, calma, autoconsciência e vigor. Veja a seguir como aplicar essa área do conhecimento na decoração de imóveis e provocar reações interessantes em seus moradores!

Amarelo

Essa é a cor do sol que traz consigo o otimismo e o calor para espaços pouco iluminados. Ela não deve ser utilizada em excesso para evitar desconfortos visuais, mas é perfeita para os detalhes, como cadeiras amarelas que iluminam o cômodo deixando-o mais divertido sem sobrecarregar o ambiente.

Laranja

A cor laranja estimula o apetite e a mente, além de produzir sensação de vitalidade, ânimo e criatividade. Ela pode ser aplicada nos quartos, por exemplo, para detalhes, toalhas, roupas de cama, entre outros. Com os seus tons, modifica ambientes sóbrios e os deixa mais vibrantes.

Azul

Os tons azuis promovem a sensação de confiança, positividade, segurança e calma nos moradores. É ideal para os móveis ou armários da cozinha em tonalidades claras se esse cômodo for pequeno. Já se as paredes forem claras, é possível comprar mobílias em azul-marinho, por exemplo.

Verde

As tonalidades verdes são excelentes para trazer bem-estar, serenidade, saúde e calmaria aos ambientes domésticos. Essa cor pode estar presente na decoração por meio das plantas e dos jardins verticais. Monte plantas permanentes e naturais para combinar com os acabamentos.

Agora você já entende o que é psicologia das cores e como aplicá-la! Aproveite os benefícios que esse conhecimento pode trazer para você e sua família e aplique-os na decoração de seu imóvel. Escolha as tonalidades certas para os ambientes de relaxamento e meditação, estudo ou realização de atividades em geral.

Gostaria de saber mais sobre o assunto? Continue lendo e aprenda sobre decoração de varanda: 5 dicas incríveis para você adotar!

Você também pode gostar

Deixe um comentário