Confira quais são os 4 motivos podem reprovar um financiamento

4 minutos para ler

A aquisição de um imóvel gera expectativas para os compradores que estão prestes a realizar um grande sonho. Aqueles que têm dificuldades para acumular dinheiro podem alcançar essa conquista por meio de um financiamento imobiliário que é oferecido por instituições financeiras no mercado. Essas negociações requerem a apresentação de documentos e a análise de vários detalhes.

A instituição que analisa a documentação tem a opção de reprovar um financiamento e se recusar a fazer o contrato por vários motivos. O crédito do comprador é analisado antecipadamente para determinar se é possível ou não liberar os valores solicitados pelo cliente. Mas há outros fatores que influenciam a resposta das entidades financeiras.

Gostaria de entender os principais motivos que podem causar a reprovação de um financiamento? Continue a leitura!

Entenda a importância de se preparar para o financiamento

Um financiamento imobiliário pode ser a melhor maneira de acessar bens como um apartamento ou casa própria. Ele é uma ajuda relevante, contudo, é necessário se preparar para aceitar as condições da instituição financeira e para pagar as parcelas em longo prazo. Isso exige a elaboração de um planejamento financeiro para evitar arrependimentos.

Compreenda os motivos de reprovação de um financiamento

Financiar um imóvel é uma decisão que exige organização prévia por parte do comprador. Se você estiver preparado para enfrentar o processo burocrático, será mais fácil conseguir essa aprovação com tranquilidade e rapidez. Esse desafio pode ser vencido por quem conhece as regras. Veja a seguir os principais motivos que levam a instituição financeira a reprovar o financiamento imobiliário!

1. Restrição no CPF

As restrições no CPF são as maiores causas de reprovação de empréstimos para a compra de imóveis. Quem solicita um financiamento não pode estar com o nome inscrito nos órgãos ou serviços de proteção ao crédito. Procure resolver todas as pendências financeiras e não deixe dívidas em aberto que possam acarretar essa negativação.

2. Renda insuficiente

Outra razão para a recusa das instituições financeiras em conceder o crédito é a insuficiência de rendimentos do comprador. Durante o processo considera-se a renda bruta familiar para realizar os cálculos do montante que poderá ser separado mensalmente para o pagamento das prestações. Essa quantia não poderá ultrapassar 30% dos ganhos da família.

3. Valor baixo para a entrada

Um dos motivos apresentados aos compradores para negar a concessão do financiamento imobiliário é a falta de recursos financeiros para pagar a entrada. Reserve um valor para oferecer à instituição financeira, tendo em vista que a maioria delas libera até 80% do valor integral do imóvel. Sem essa quantia fica impossível fechar a negociação e comprar a sua casa.

4. Problemas com a receita e o INSS

Ter problemas com a Receita Federal ou Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é outro empecilho que impede a obtenção de empréstimos no mercado. Mantenha as suas declarações de Imposto de Renda (IR) em dia, pague todas as dívidas ativas, evite atrasar o pagamento dos impostos e elimine as divergências cadastrais nos órgãos públicos antes de realizar o pedido.

Esses são os 4 motivos que podem reprovar um financiamento imobiliário! Resolva todas essas situações e se prepare de maneira adequada para conseguir ter acesso a esse tipo de crédito. Saiba que nenhuma instituição financeira libera recursos para a compra de imóveis sem antes ter garantias de que receberá esses valores de volta, com juros e correção monetária.

Deseja obter mais informações relevantes sobre o tema? Assine a newsletter e acompanhe a sua caixa de entrada!

Você também pode gostar

Deixe um comentário